La bella Roma

Exploradores, hoje vamos voar até ao coração de Itália, Roma.

Todos os locais que visitamos têm o seu encanto, mas existem uns mais apaixonantes que outros! Roma, para mim, é uma das paragens obrigatórias a fazer durante a vossa vida.

Localizada na Região Lazio, Roma é a capital de Itália e a sua maior cidade. Teve uma influência fundamental no desenvolvimento da cultura e da história dos europeus ocidentais. A sua existência tem mais de 2500 anos, foi fundada em 753 a.C!! Incrível, não acham?

Estive em Roma para a passagem do ano de 2015/2016, apanhei um dos meses mais frios e chuvosos, mas não deixou de ter o seu encanto. Vou indicar-vos alguns lugares que devem visitar, mas aconselho a andarem a pé, pois irão descobrir coisas fantásticas.

1.Coliseu (Colosseo)

Foi construído entre 72 e 80 d.C e é o maior anfiteatro já construído até hoje. Estima-se que no seu interior podia-se abrigar em média 65 mil espectadores e, era utilizado para o entretenimento da população (que na altura eram: execuções, combates de gladiadores, simulação de caça de animais selvagens e encenações dramáticas baseadas na mitologia clássica).

Ao longo dos anos foi utilizado para vários fins e, em 2007 foi eleito como uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Podem visitar o seu interior e o bilhete engloba também a visita ao Palatino (para mais informações).

Passeiem nas redondezas do coliseu, seja dia ou seja noite, porque a sua grandiosidade deve ser vista mas, não visitem o seu interior com grandes expectativas… É certo que o tempo não me ajudou, pois fui ao coliseu num dia de chuva, no entanto confesso-vos que fiquei um pouco desiludida.

2. Basilica di Santa Maria Maggiore

Apesar de se situar na Via Cavour, próximo da Estação Termini, ou seja, localizada em Itália, esta basílica pertence ao Estado da Cidade do Vaticano e é considerada Património Mundial da UNESCO.

Foi erguida entre 432 e 440 e, apesar das suas reformas e reconstruções devido ao terramoto de 1348, preserva até hoje a parte central da sua estrutura original.

Com muita pena minha, não consegui visitar a basilica por dentro porque estava fechada para um evento que iria decorrer naquela semana. Se algum de vós esteve no seu interior e quiser partilhar imagens comigo, ficaria extremamente agradecida!

PI45197-hr.jpg

3. Pantheon e Piazza Navona

Este edíficio foi construído durante o reinado do Imperador Augusto (27a.C – 14d.C) e reabilitado no reinado do Imperador Adriano (117-118). É uma das estruturas romanas antigas mais bem preservadas, que permaneceu em uso por toda a sua história. É conhecida pela sua enorme cúpula com uma abertura central.

Próximo do Pantheon existem diversas praças a serem visitadas mas deêm uma particular atenção a Piazza Navona, com a sua igreja e entretenimento (artistas de rua e carrosséis).

4.  Piazza di Spagna

É uma das praças mais conhecidas de Roma, no seu centro encontra-se a Fontana della Barcaccia e escadaria até à Igreja Trinità dei Monti. Esta escadaria de 135 degraus, foi inaugurada pelo Papa Bento XIII durante o Jubileu de 1725.

IMG_4411.JPG

5. Villa Medici e Villa Borghese

Em 1576 esta propriedade foi adquirida por Ferdinando de Medici (Grão-Duque da Toscânia), tornando-se assim a única propriedade da família em Roma. Quando a linhagem masculina dos Medici deixou de existir, a villa passou por várias mãos chegando à posse de Napoleão Bonaparte que acabou por a transferir para a Academia Francesa em Roma.

Durante algum tempo a Villa Medici foi um dos mais elegantes e mundanos cenários da cidade, alvo de muitas atenções. O jardim deste palácio é adjacente aos jardins da Villa Borghese.

Para quem se interessa um pouco por história e conhece a família Medici, este é um lugar que não deve deixar de ir. Os guias da visita fazem um resumo de toda a história envolvente, pode visitar todo o palácio e os jardins, inclusive o da Villa Borghese  e, no final da visita é contemplado com uma vista belíssima sobre Roma.

6. Fontana di Trevi

Provavelmente alguns de vocês já se aperceberam que deixo o melhor para o fim. E neste caso não foi diferente! Gostaria de vos conseguir explicar a ligação que senti com este lugar, tanto que o visitei por 3x numa única viagem. O monumento é lindo, seja a que horas for, mas aos meus olhos a noite traz-lhe uma certa magia.

Em 1629 foi encomendado a Bernini alguns desenhos e mesmo que o seu projeto tenha sido abandonado, existem na fonte muitos detalhes seus. Por fim, em 1762 a sua construção terminou. A Fontana di Trevi é considera a maior e mais ambiciosa fonte barroca de Itália.

Existe uma lenda que diz que quem joga uma moeda na Fontana irá retornar a Roma. Mas há quem diga que é necessário que a pessoa esteja de costas, com a mão direira por cima do ombro esquerdo. O ritual é tal, que todos os turistas acabam por o fazer e, praticamente todas as noites essas moedas são recolhidas e doadas para caridade.

Para os curiosos, sigam-me no instagram ou procurem #nápelomundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s