Gastronomia Hungara

Gulosos gulosos, hoje temos mais uma publicação sobre comida!!! Desta vez, diretamente para a Húngria, para os pratos típicos que provei e deixo aqui o meu testemunho (aviso-vos desde já que quando fui a Budapeste, em 2015, ainda não era vegetariana e por isso encontrarão alguns pratos à base de carne).

Em primeiro lugar, a gastronomia hungara é caracterizada pela paprica, com duas vertentes: doce e picante e, é um dos condimentos que mais encontram à venda nos mercados e lojas de souvenir.

Paprikás csirke e galuska

Este prato nada mais é que galinha com um molho de páprica servida com uma massa muito típica (galuska), feita de ovo, farinha e sal, e vem servida num formato disforme. É um prato delicioso, pelo menos era no meu paladar e, deve ser experimentado.

gastronomia hungara

Làngos

Também conhecida como “pizza comunista”, é uma massa de pão frita coberta com sour cream e queijo ralado (esta é a versão tradicional mas também podem pôr outros ingredientes como presunto, legumes, cebola, etc). Comi este prato por duas vezes, a primeira deliciei-me mas na segunda vez fiquei muito desiludida pois a massa vinha fria… então aconselho-vos a terem atenção em relação a isso. Encontrei esta delícia numa feira gastronómica que havia próxima do Hotel mas há quem diga que o melhor local é no Mercado Central.

img_2695.jpg

Töltött káposzta

É um prato típico de Inverno e trata-se, nada mais nada menos, que couve recheada com carne num molho de…. espero que vocês advinhem desta vez!!! Tem bom aspeto, um cheiro muito agradável e também um sabor “relativamente” agradável e isto porquê (na nossa opinião) os condimentos deste prato são exagerados, a gordura também é algo que tem em demasia e, para completar passamos muito mal… Por isso, deixo nas vossas mãos a decisão.

toltot kapoz

Ainda nos salgados, os húngaros são muito adeptos de salsichas e carnes. Nesta feirinha gastronomica, muitos eram os locais que vendiam salsicha no pão, febra (carne de porco) no pão ou até mesmo no prato com uma camada de legumes (e estes sempre com molho de páprica).

Então e doces? Os húngaros não comem doces? Comem sim e são deliciosos… principalmente para uma viciada em sobremesas como eu!

Kürtőskalács

Ao contrário do nome complicado, a sua composição é muito simples: uma massa enrolada em forma de cilindro e assada, com cobertura à escolha mas o mais tradicional é o açucar e a canela! Digo-vos, sou fã desta docinho….

img_3067.jpg

Mákos Rétes

São pastéis muito muito típicos, encontram-se em todo o lado. Muito semelhantes ao strudell, mas com diversos recheios (desde receios salgados aos doces). Particularmente não gostei muito mas conheço várias pessoas que são fã, nomeadamente a minha mãe.

img_2902.jpg

Dobos Torta

A torta é um bolo com seis finas camadas de massa, intercaladas com creme de chocolate e um acabamento com caramelo fino, liso e crocante. Como não sou grande fã de caramelo e pareceu-me exagerado acabei por optar pela sua alternativa, com cobertura de chocolate negro.

Espero não ter esquecido nada e ainda bem que escrevi este post a seguir ao almoço, porque mesmo assim cresceu uma aguinha na boca…. E vocês, já foram à Húngria? Comeram outras coisas para além destas? Contem-me tudo!!!

Para os curiosos, sigam-me no instagram ou procurem #nápelomundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s