Vida Noturna de Amsterdão

Explorers, hoje estreio-me a falar da vida noturna e achei que Amsterdão  seria uma boa opção para começar!!

A cidade e também o país ficaram conhecidos pelo seu modo de vida bastante liberal. Os adultos podem adquirir e consumir drogas leves, até 30g, de forma legal conforme as leis holandesas. Assim, a vida noturna na capital baseia-se sobretudo no Red Light District (casas e espetáculos de prostituição), em coffeeshops bares.

1. Red Light District:

Quem já ouviu falar deste bairro provavelmente pensa “ah, isso que contam é um exagero”, garanto-vos desde já que não… Imaginei mil e uma coisas e não pude deixar de me surpreender com mais mil e uma quando lá cheguei. O “Bairro da Luz Vermelha” (como é chamado em Português) é bastante conhecido pelas suas montras de prostitutas, que trabalham 22h por dia (isto tudo é legal). E não só. Ao longo das suas ruas, encontrarão diversas coffeeshops e Sex Shop, sem qualquer proteção na montra.

Toda a energia envolvente convidam-nos a permanecer mais um pouco, a descobrir mais um pouco. Os seus edificios de arquitetura gótica, do séc XIV, durante a noite iluminados pelas luzes vermelhas e envolvidos pela música fazem deste bairro um dos mais visitados da cidade.

Na verdade, agora ao recordar das vezes que estive nestas ruas, não só admirei o ambiente diferente e envolvente, como também observei a reação das pessoas. É relativamente comum vermos crianças durante o dia, turistas boqueabertos ao verem uma profissional a dançar na montra (atenção! é proíbido fotografá-las) ou então pessoas envergonhadas ao entrarem nas portas “tão ilegais” no nosso dia-a-dia.

2. Coffeeshops

As primeiras coffeeshops apareceram nos ínicio dos anos 70, após o “BOOM” (explosão) da ideia liberal do consumo de drogas, tornando-se um négocio muito rentável para os holandeses. Atualmente existem cerca de 400 delas em Amsterdão e mais de mil por todo o país, atraindo muitos jovens e turístas.

O consumo das drogas leves pode ser feito através de space cakes ou de charros já feitos que são vendidas individualmente! Quando os for comprar, qualquer um deles, irão perguntar quantas gramas desejam pois estas variam de 1 até 10 em cada um. Na minha mais sincera opinião, a menos que sejam consumidores habituais, peçam a ajuda da pessoa que estiver a vender.

E cá vai o ponto que talvez realmente interessa para alguns de vocês: “E tu consumiste?”, a resposta é sim! Num país como a Holanda, até a pessoa mais certinha teria a sua curiosidade e na minha mais sincera opinião, os space cakes são qualquer coisa de outro mundo!!!!!

3. Bares

Não fui a nenhum bar e nem vos saberia indicar algum! Chegava ao final do dia tão cansada, que a única coisa que queria era uma cama. No entanto, os meus primos fizeram um chamado “Pub Crawl” que pagaram 18€, onde faziam um tour por 7 bares, se não me engano, e em cada bar tinham direito a determinadas bebidas. Assim que chegam no aeroporto existem logo panfletos deste tipo de eventos, no entanto deixo-vos aqui o site para consultarem.

red light district.JPG

Para os curiosos, sigam-me no instagram ou procurem #nápelomundo

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s