São Paulo – 3º Dia

Olá Viajantes, cá vamos nós para o terceiro e último dia de roteiro paulistano, porque tudo o que é bom acaba depressa.

  1. Pico do Jaraguá

O Pico do Jaraguá é o ponto mais alto de Sampa, situa-se a oeste da Serra da Cantareira e, foi criado nos seus arredores o Parque Estadual do Jaraguá para a sua preservação. Muitas são as pessoas que sobem até ao cume a pé, fazendo a chamada “Trilha do Pai Zé”, mas eu, preguiçosa como sou, fui de carro até onde foi possível e depois subi a escadaria ali existente.

Fiquei completamente rendida a este lugar desde o primeiro instante que ouvi falar do mesmo e não foi decepção nenhuma aquilo que encontrei. A vista do Pico é maioritamente para a parte oeste da Grande São Paulo mas todo o ambiente envolvente, desde aves a voar, ao movimento das pessoas e à brisa da altitude transformam aquele simples local em algo mágico.

Aconselho muito a visita, apesar de ser um pouco distante do centro da cidade.

 

2. Beco do Batman e Vila Madalena

Considerado um lugar “in” e alternativo, entre as vielas da Vila Madalena (maioritariamente procurada para saídas à noite, bares para happy hours e não só), surge o Beco do Batman.

O seu nome advém de um grafite da personagem feito há alguns anos e o local  acabou por se tornar num ponto turístico devido à existência de diversas pinturas. Hoje em dia o Beco conta inclusive com visitas guiadas.

 

3. Bairro Liberdade

Este bairro é conhecido pela sua grande comunidade japonesa que por sua vez é a maior côlonia japonesa do mundo fora do Japão. O bairro guarda até hoje muitas das suas tradições representando-as por festas típicas ao longo do ano.

Aos Domingos podemos aproveitar a Feira da Liberdade, onde encontramos vários pratos típicos orientais e também brasileiros e, muitos feirantes com artesanatos ou outros objetos e produtos diversificados.

feira da liberdade.jpg

Terminando assim o Roteiro por São Paulo, quero dizer-vos que fiz tudo a pé e de transportes, particularmente de metro. Eu tinha uma ideia muito errada de São Paulo em relação à segurança, no entanto a cidade não é tão perigosa como falam. Claro que é necessário ter alguns cuidados, como não andar com o telemóvel na mão (principalmente se forem smartphones), não mexer na carteira em locais muito expostos e, em alguns lugares, não andar com a mochila nas costas como de costume mas sim na frente, pois às vezes bastam 10 segundos de distração.

Para os curiosos, sigam-me no instagram ou procurem #nápelomundo

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s