Termas alternativas na Islândia

A Islândia é um páis muito ativo e por esse motivo utilizam muita energia geotérmica, até mesmo nas piscinas públicas e termas.. Já escrevi sobre a Blue Lagoon que, na minha opinião, deve ser um dos locais a visitar enquanto estão na Islândia. No entanto trago-vos algumas alternativas, umas mais baratas e até mesmo gratuitas.

1- Secret Lagoon

É uma das piscinas mais antigas do país, de 1891 mas renovada em 2004 com algumas modernices, como balneários e novos chuveiros. Está localizada próximo do Golden Circle, junto à vila de Flúðir e a sua água de 38ºC/40ºC proporciona uma ótima paragem antes ou depois desta tour.

Durante o Inverno aberta das 11h às 20h e no Verão das 10h às 22h. A entrada custa 2800ISK/pessoa (cerca de 22€) e é aconselhavél fazerem uma pré-reserva.

IMG_59898.png

2 – Seljavallalaug

Esta terma/piscina não é tão “luxuosa” quanto a Blue Lagoon e nem tão “primitiva” quanto a Secret Lagoon… É realmente muito semelhante a uma piscina normal, construída em 1923, onde a água é completamente natural. É um local não vigiado e gratuíto, conta com a limpeza apenas de alguns voluntários.

Está localizada na costa Sul entre as cascatas de Seljalandsfoss e Skógafoss e é necessário fazer um percurso a pé de 15 minutos.

IMG_58746.jpg

3 – Guðrúnarlaug

Esta é uma reconstrução de uma antiga piscina, com milhares de anos mas reaberta ao publico em 2009. Localizada nos West Fjordes, logo só é possível chegar até ela na época do Verão. A entrada é gratuita e tem um pequeno balneario.

29191521690_b638688b69_o
não é da minha autoria

4 – Nauthólsvík

Apesar de todas as piscinas geotérmicas da cidade e arredores, em Reykjavik existe uma zona balnear (não queria dizer praia, mas é isso mesmo) Nauthólsvík. Neste mesmo local há uma pequena piscina de água termal, de entrada livre durante o Verão (15 de Maio e 15 de Agosto) e durante o Inverno com pequeninas taxas para a utilização dos balnearios e etc.

IMG_52322.jpg

5 – Reykjadalur

Um rio quente, é exatamente o que isto é. A 45 minutos de Reykjavik, gratuito claro, e mais uma caminhada de 60 minutos para lá chegar.. Está literalmente no meio de vales e escusado será dizer que não existem balneários, certo? Mas o ambiente totalmente natural é digno de muito descanso e fotografias.

IMG_56487.jpg

PARA OS CURIOSOS, SIGAM-ME NO INSTAGRAM OU PROCUREM #NÁPELOMUNDO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s