Serra da Estrela – Zona Sul

Olá viajantes, mais um tópico muito aguardado e mais um paraíso do nosso grande Portugal, Serra da Estrela.

A Serra da Estrela, denominado também por Parque Natural da Serra da Estrela é uma região no centro de Portugal que desde 1976 é caracterizada pela maior área protegida do território nacional. Encontramos uma vasta área de flora e fauna extraordinárias e maciços rochosos de granito e xisto e vestígios de antigos glaciares. É também aqui que encontramos o segundo ponto mais alto de Portugal, sendo o primeiro nos Açores.

Posto isto, fica claro que são várias as atrações naturais que poderemos visitar. Desta vez vou fazer um roteiro um pouco diferente, costumo sempre partilhar as minhas experiências mas não consegui visitar tudo o que queria devido ao tempo disponível e à meteorologia, por isso vou dar-vos a minha lista.

1 – Aldeias históricas 

Quase todas as aldeias do interior de Portugal têm um encanto especial, umas marcadas pela natureza, outras pelas construções antigas, outras ainda por construções em pedra e encontramos isto tudo aqui.

Na zona Sul da serra, destancam-se:

  • Loriga – conhecida por “Suíça portuguesa” pela sua esplêndida paisagem, rodeada por montanhas e por correntes de água.
  • Cabeça – sobressai o xisto aos nossos olhos e é muito conhecida por “Aldeia Natal”, época em que as decorações são feitas com materiais recicláveis da natureza (giestas, cascas, musgos, etc)
  • Covilhã e Seia – cidades e sedes do concelho, com muita história por contar e boa gastronomia.

1549109932101839.JPG

2 – Covão d’Ametade

Façam vocês o que fizerem, não ponham no GPS (mais precisamente, no waze e olhem que sou grande fã da app). Enquanto ia a caminho do hotel passei pela placa que dizia “Covão d’Ametade” e decidi que iria no dia a seguir. Porém, no dia a seguir acabei por passar a saída e não havia como voltar para traz, decidi então pôr no gps e………. bem, fui parar a um sitio que não tinha nada a ver! Ainda assim bonito mas acabei por desistir após algumas voltas.

Por isso deixo-vos a proposta, enviem-me as fotografias quando lá forem.

1549110450619241.JPG
estas fotografias não são da minha autoria

3 – Torre

A Torre marca o ponto mais alto da Serra e o segundo mais alto de Portugal, com cerca de 1993m de altitude. Aqui existe um centro comercial, muito pequenino mesmo, com produtos locais e souvenirs.

As temperaturas mais baixas já registadas foram aqui, mas não pensem que significa neve quase a tempo inteiro. No primeiro dia não havia quase neve nenhuma e nem havia previsão para tal mas no segundo dia fui surpreendida com uma nevezinha (suscitou rapidamente saudades da altura em que vivi na Islândia).

1549111174281945.JPG

4 – Estândia de Ski

É aqui que se situa as diversões de Inverno, mesmo nos dias em que não há neve existe uma produção artificial e neste caso, cabe a cada um a decisão de querer utilizar ou não. Para além da tarifa diária, também é possível o aluguer de equipamentos de ski, bem como aulas para quem nunca praticou este desporto.

Consultem no site todos os valores.

img_00023.png

5 – Lagoa Comprida e Covão dos Conchos

A lagoa comprida foi construída a partir de uma lagoa natural de origem glaciar e é a maior lagoa da Serra, bem como a mais conhecida. É possível chegar até aqui de carro, tendo um pequeno estacionamento, duas lojas de souvenirs e produtos locais. Porém, dizem que as paisagens mais bonitas para a lagoa são as que se distanciam juntamente com os trilhos de terra batida.

Para chegar ao Covão dos Conchos, que é um must go, só é possível através desses mesmos trilhos. Contudo, meu conselho é irem com tempo e com um mapa muito bem sinalizado, porque, como quase tudo em Portugal, não há indicações para o covão.

O trajeto tem cerca de 8km (ida e volta) e dizem que demora cerca de 3h a 4h para fazer todo o percurso. Posto isto, fica claro que não consegui chegar ao meu grande destino, não é verdade? Dirigi-me duas vezes ao local, uma já era tarde e a outra, ainda cheguei a andar por quase 1h até chegar a uma bifurcação e ter que optar por uma das vias, sendo que não havia qualquer sinalização….. e devido à queda de neve decidi desistir, com muita pena minha. Talvez numa próxima.

1549111467880189
a segunda fotografia não é minha, infelizmente….

6 – Cascata Poço da Broca

Por fim, a última da minha lista. Muito próximo de Vide está este espacinho adorável, com algumas quedas de água. De um lado marcado por um restaurante, construído com xisto e do outro por pequenos socalcos com plantações e alguns animais.

É um lugar realmente calmo, transmite muita paz e bonito. Sinceramente, esperava mais mas ainda assim um ponto a não perder.

1549112158518818.JPG

Alojamento na Serra da Estrela:

Estadia no Hotel Luna dos Carqueijais, ao qual já partilhei a minha experiência ou então podem optar por procurar mais ofertas no booking.

Não sabem como chegar até à Serra da Estrela? Veja como aqui.

Boas Viagens!!


Não se esqueçam de me seguir no Instagram e no Facebook para acompanharem as minhas aventuras pelo mundo! E se gostaram deste artigo, não deixem de o partilhar e de comentar aqui em baixo. 

3 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s